Consumidores adotam nova dinâmica de consumo

Consumidores adotam nova dinâmica de consumo

10 March 2017

A crise econômica que atingiu o mercado brasileiro desde 2014 tem feito o consumidor mudar seu comportamento. Surgiu uma nova equação de valor, em que os consumidores decidem poupar em algumas categorias, mas gastam mais em outras. Se por um lado assumem um comportamento super econômico na compra de determinados produtos, em outros (especiais ou de maior valor agregado) existe um comportamento de indulgência.

O estudo “Momento econômico e consumo no varejo”, desenvolvido pela dunnhumby Brasil, mostra que novas decisões são tomadas na hora da compra. O consumo vai além da aquisição de produtos físicos nas lojas e se estende a novas plataformas e formatos. “É uma nova dinâmica de consumo, mesmo em momentos de crise, que não pode ser ignorada”, afirma Sergio Messias, diretor de inteligência de mercado e inovação da dunnhumby Brasil.

Segundo o executivo, o consumidor busca por soluções e meios que o ajudem a realizar suas compras de maneira conveniente e que o satisfaça, ao mesmo tempo em que buscam manter as compras de produtos essenciais ao dia a dia e reduzem alguns itens de lazer, sem, entretanto, abrir mão de seus produtos favoritos. “É uma equação delicada, em que o consumidor busca manter o padrão de consumo que foi conquistado nos últimos anos e que vem sendo corroído pela crise”, analisa Messias. “Ele não deixa de consumir, mas busca realizar a melhor decisão de compra”, diz. Por isso, realiza pesquisas online e busca as opiniões de outras pessoas.

Nesse ambiente de negócios, o varejo tem a oportunidade de oferecer a seus clientes essa “melhor decisão de compra”, já que os clientes estão abertos a compartilhar seus dados para receber ofertas e descontos exclusivos, além de pontos no programa de fidelidade. “Ao mesmo tempo em que o consumidor pesquisa mais na internet antes de comprar, ele também dá muito mais atenção às oportunidades trazidas pelo varejo, seja nos programas de fidelidade, seja em tabloides e campanhas promocionais”, diz Messias. “Isso representa uma grande oportunidade para quem possui programas de fidelidade e, com isso, consegue entender os clientes e em que categorias ele está disposto a investir e em quais deseja economizar”, explica o executivo.

O entendimento do comportamento dos consumidores torna-se, cada vez mais, uma ferramenta fundamental para que o varejo otimize seus resultados, sabendo para quais clientes, e em que produtos, é possível sacrificar margem e gerar recorrência de compra. “É preciso oferecer aos clientes ofertas adequadas naqueles produtos em que os consumidores valorizam descontos. Sem o uso de ciência aplicada ao consumo, não é possível fazer isso de uma forma sustentável e em escala”, conclui o executivo.

  Back to all content